Neurocirurgia Endonasal – Como é feita?

Neurocirurgia Endonasal – Como é feita?

A cirurgia endoscópica endonasal é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva que permite o acesso à base do crânio e às estruturas do cérebro através do nariz. Ela é realizada com o auxílio de um endoscópio, um instrumento fino e rígido com uma câmera na ponta que permite a visualização das estruturas internas do corpo em tempo real.

INDICAÇÕES

Essa técnica é especialmente útil no tratamento de tumores e lesões da base do crânio, como os tumores hipofisários (localizados na glândula hipófise, na base do cérebro), pois permite acessar essas estruturas sem a necessidade de grandes incisões na face ou couro cabeludo, minimizando o risco de danos aos nervos e ao cérebro.

A TÉCNICA

A cirurgia endoscópica endonasal é realizada sob anestesia geral e dura em torno de 4 a 6 horas, dependendo da complexidade da lesão ou do tumor. Os equipamentos utilizados nesse tipo de cirurgia, são feitos exclusivamente para o uso do método: endoscópios e câmeras modernas, que fornecem a luz e a imagem visualizadas em monitores de alta definição. Na cirurgia o endoscópio é inserido no nariz diretamente até onde o tumor está localizado na base do crânio, muitas vezes sem manipular o cérebro ou nervos importantes.

RECUPERAÇÃO

Após a cirurgia, o paciente é monitorado por um período de tempo para garantir que não haja complicações. A recuperação geralmente é rápida, mas o paciente pode precisar usar medicamentos para aliviar a dor e a inflamação no nariz por alguns dias. É importante seguir as orientações do médico para garantir uma recuperação bem-sucedida.

@dr.pedroneurocirurgiao

Acompanhe as novidades também pelo Instagram

© 2022 Pedro Augusto | Todos os direitos reservados.
Pedro Augusto