Neurocirurgia

de excelência

Humanização e técnica em um atendimento 100% personalizado

Dr. Pedro Rodrigues

CRM: 169 777 | RQE: 89963

Graduado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Dr. Pedro Rodrigues realizou a sua residência médica em Neurocirurgia também na mesma instituição. Sempre atualizado e buscando o que há de mais moderno na área de atuação, o Dr. Pedro realizou, em 2019, um Fellowship em Cirurgia Endoscópica da Base do Crânio e Neuroanatomia pela Universidade de Stanford na Califórnia. Atualmente, o especialista, que é membro da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), atua como neurocirurgião assistente no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti – Campinas/SP. e em diversos hospitais na cidade de Campinas e São Paulo.

 

 

Fellowship na Universidade de Stanford (Califórnia, EUA) em Cirurgia Endoscópica Minimamente Invasiva da Base do Crânio, Tumores Hipofisários e Neuroanatomia

Fellowship na Universidade de Stanford (Califórnia, EUA) em Cirurgia Endoscópica Minimamente Invasiva da Base do Crânio, Tumores Hipofisários e Neuroanatomia

Especialização em Cirurgia Endoscópica da Coluna pela BESC (Brazilian Endoscopic Spine Surgery Center)

Especialização em Cirurgia Endoscópica da Coluna pela BESC (Brazilian Endoscopic Spine Surgery Center)

Neurocirurgião Assistente do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti - Campinas/SP

Neurocirurgião Assistente do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti - Campinas/SP

Procedimentos e cirurgias

Neurocirurgia Oncológica

A neurocirurgia oncológica é uma especialidade médica que se foca no tratamento cirúrgico de cânceres e tumores que afetam o […]

Neurocirurgia Vascular

A neurocirurgia vascular é uma subespecialidade da neurocirurgia que se concentra no tratamento cirúrgico de doenças das artérias e veias […]

Cirurgias da coluna

Essa subespecialidade da neurocirurgia trata diversas condições que afetam a coluna vertebral, como as deformidades, hérnia de disco e tumores. […]

Cirurgia endoscópica endonasal

A Cirurgia Endoscópica Endonasal (EES) é um procedimento cirúrgico que permite o tratamento de tumores e outras lesões da base […]

FAQ

As dúvidas mais frequentes sobre a neurocirurgia

Os exames vão depender da doença a ser operada. De maneira geral os exames mais frequentemente solicitados são a ressonância magnética, a tomografia computadorizada, o eletroencefalograma, a eletroneuromiografia e a angiografia.

Além desses exames, o paciente deve realizar exames pré-operatórios gerais, como exame de sangue, eletrocardiograma, ecocardiograma, raio-x de tórax ou prova de função pulmonar, a depender da idade e das comorbidades de cada indivíduo, a fim de avaliarmos o risco cirúrgico do paciente.

o paciente deve estar sobretudo seguro do procedimento que o mesmo irá realizar, ter tirado todas as suas dúvidas e acima de tudo estabelecer uma confiança em seu médico, ou seja, uma boa relação médico-paciente. Posteriormente, ele passará por uma consulta com o médico anestesista para avaliação clínica.

Eventualmente poderá ser necessário outros profissionais, como o cardiologista e pneumologista a depender das comorbidades pré-existentes. Confirmada a data da cirurgia eletiva, o paciente deverá internar no hospital no horário estabelecido, geralmente com jejum de comida e líquidos de no mínimo 8 horas. Não é necessário raspar a cabeça previamente para as cirurgias do crânio, visto que isso será realizado no momento da cirurgia e somente o mínimo necessário será raspado.

A recuperação pode levar algum tempo e depende de cada pessoa e da doença de cada um. De maneira geral o paciente ficará internado no hospital de 3 a 10 dias e quando já estiver seguro, junto com seus familiares, receberá alta. Mesmo assim, o mesmo continuará se recuperando em casa. Pode ser necessário fisioterapia, acupuntura e outras modalidades de reabilitação para a completa recuperação do paciente.

Alguns pacientes, a depender da doença, já saem do hospital completamente recuperados, outros podem levar algum tempo para isso. É de extrema importante que isso seja conversado com seu médico antes do procedimento para ele lhe fornecer uma ideia do tempo de recuperação de sua doença.

O princípio básico da neurocirurgia é a remoção/retirada do fator causador da doença, seja um tumor cerebral, seja uma hérnia de disco, sem causar nenhuma sequela. É justamente isso que visamos. Entretanto algumas patologias podem deixar sequelas, apesar de toda tecnologia envolvida nos procedimentos cirúrgicos e a habilidade do neurocirurgião.

O processo de reabilitação pode ajudar muito nessa fase, de tal forma que mesmo com sequelas no pós-operatório imediato, muitos pacientes após 3 a 6 meses, já estão completamente recuperados.

News

Neurocirurgia Endonasal – Como é feita?

A cirurgia endoscópica endonasal é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva que permite o acesso à base do crânio e às […]

Tudo o que você quer saber sobre a cirurgia com o paciente acordado

A cirurgia cerebral com o paciente acordado é um tipo de procedimento cirúrgico em que o paciente permanece consciente e […]

Os cuidados essenciais antes e após uma neurocirurgia

A neurocirurgia é um procedimento médico complexo que envolve o tratamento de doenças ou condições que afetam o sistema nervoso, […]

@dr.pedroneurocirurgiao

Acompanhe as novidades também pelo Instagram

© 2022 Pedro Augusto | Todos os direitos reservados.
Pedro Augusto